Reportagem:
Paulo Jorge Cabral (Texto)  Carlos Sousa (Fotografias) - 2016-03-19
ROMARIA QUARESMAL EM WINNIPEG MANTEM TRADIÇÃO MICAELENSE DE QUATRO SÉCULOS
Afrontando uma manhã solarenga mas gélida de final de inverno, o destemido “Rancho” de Romeiros da Paróquia da Imaculada Conceição fez-se à estrada no passado sábado dia 19 de Março, num percurso de oração, fé e reflexão, este ano sendo muito mais cedo pertinente ao calendário litúrgico.

Cumprindo assim uma tradição quaresmal Micaelense com inícios no século XVI, os romeiros de Winnipeg, este ano contando com a participação de 60 irmãos mais as três pessoas da Santíssima Trindade, trajados a rigor com o tradicional xaile, lenço, bordão, saco de alimentos e terço, foi liderado novamente pelo mestre António Costa, coadjuvado pelo contramestre Jacinto Pacheco, lembrador de Almas, José Simão e procurador de almas José Reis.

Este ano num percurso que os levou através da cidade de Winnipeg, o rancho partiu da Igreja da Imaculada Conceição, depois percorreram as igrejas paroquiais de Santa Teresa, Santo António, São José, São Pedro, Cemitério Assunção, Senhora do Perpétuo Socorro, São Paulo “O Apóstolo”, Santo Eduardo “O Confessor”, Catedral de Santa Maria, Santo Rosário, Catedral de São Bonifácio, Missionários da Caridade, Espírito Santo, Santo André, regressando ao final da tarde novamente à Igreja da Imaculada Conceição, aonde participaram na eucarística concelebrada pelo Pároco Padre André Lico e Padre Tiago Coloni, que também se encorparam na referida romaria.

As romarias são "um retiro espiritual", durante o qual os romeiros procuram "uma ligação próxima com Deus e um tempo de aprofundar a fraternidade".
Double click in the pictures to view photo gallery

Clique na fotografias para ver reportagem fotográfica completa
www.portugueseinmanitoba.com
O Site da Comunidade Portuguesa de Manitoba, Canadá
WYSIWYG Web Builder