Senhoras de Manitoba Celebram o Dia Internacional da Mulher

Reportagem: Paulo Jorge Cabral (Texto) - Cláudia Moniz (Fotografias)
Mais de quatrocentas senhoras participaram no Jantar anual organizado pela Liga Solidária da Mulher Portuguesa de Manitoba, que decorreu no passado dia 10 de março no salão nobre da Associação Portuguesa de Manitoba.

A sala encontrava-se requintadamente decorada com um mesclado vibrante de cores primaveris, para desta forma celebrar o Dia Internacional da Mulher.

O evento teve início pelas 19 horas com a apresentação de Sara Dias, que após a introdução apresentou Lita Salgueiros, Vice-presidente da Liga que foi incumbida de dar as boas-vindas.
Seguiu-se a intervenção do Padre André Lico, que falou sobre o papel da mulher na sociedade, terminando com a oração de Ação de Graças.

Em palco o seu coadjutor o Padre Tiago Coloni, ao violão, acompanhado pela Irmã Karina Ribeiro, e acompanhado por um organista deu início ao entretenimento programada para aquele serão, com uma bonita canção, tendo sido fortemente aplaudidos.

Seguiu-se o jantar, e a ementa escolhida pela Chef Senhora Arminda Domingos, consistiu de sopa de caldo verde, seguindo-se como entrada Bacalhau à “Gomes de Sá”, acompanhado de salada, e o prato principal de rosbife, com batata assada e vegetais, complementada com a sobremesa de Chesse Cake, preparado pela referida chef e sua equipe, e servido pelo grupo de jovens da Associação Portuguesa, orientado pela incansável Zita Lopes.

Durante o jantar interveio como orador convidada a Senhora D. Graciete Correia, presidente cessante, fundadora e presidente honorária da Liga, que num discurso bilingue falou sobre a fundação da Liga, seu percurso e objetivos.

Na sequência dos discursos Maria do Carmo Cabral, presidente da Liga, saudou todas as senhoras presentes, membros da Liga, as representantes do Cancer Care Manitoba, Senhora Patti Smith e Sherelle Kwan, Vereadora Municipal Cindy Gilroy, Juliette Mucha, da Fundação Saint Amant, Minas Pagtakhan e Irmã Krina Ribeiro.
Na sua alocução Maria do Carmo Cabral falou sobre a evolução da Liga durante os seus nove anos de existência, focou na longa história de ativo desenvolvimento da mulher em todos os aspetos da vida canadiana.

“Foi há precisamente 100 anos, em 1918, depois de muita luta, as mulheres conquistaram o direito de votar em eleições federais. Em 1929, ajudaram a derrubar uma antiga decisão judicial que as impedia de assumir cargos no Senado, uma vez que, pela lei, mulheres não eram consideradas pessoas”, disse Maria do Carmo Cabral.
“Como Liga e empenhadas em fazer parte da luta que dia a dia enfrentamos contra o cancro, angariando fundos para que a pesquiza de uma possível cura desta doença seja um dia realidade, mesmo que com a nossa pequena participação seja apenas para encontrar a cura de uma pessoa, a nossa missão está a ser cumprida” continuou Maria do Carmo Cabral, afirmando que os donativos da Liga para o Cancer Care já totalizaram um montante superior a $ 116 mil dólares canadianos.

Finalizou agradecendo à Associação Portuguesa pela cedência da sala, um dos parceiros incondicionais da Liga, seus voluntários, oradora convidada, patrocinadores, senhores padres, artistas João Pimentel e Francisco Ourique, membros da Liga, enfim todos aqueles responsáveis pela montagem de mesas, decoração, som, bar, filmagens, reportagem fotográfica, enfim toda a equipe que fez possível o sucesso do evento.

A seguir aos discursos foi feita a entrega de um donativo por parte do Royal Bank do Canadá, sucursal Sargent & Sherbrook, na pessoa da funcionária Sónia Pereira Sousa em nome da Liga para a organização Hearth and Stroke Foundation.

Sandra Soares, que como tem sido habitual ofereceu o ramo de flores à oradora convidada, D. Graciete Correia.

O momento mais esperado da noite, que se sentiu com a euforia das senhoras foi o entretenimento preparado para aquela noite, que com surpresa não programada pela intervenção de Tânia da Silva, cançonetista luso-americana de visita a esta cidade, que interpretou um lindo fado e uma canção.

De seguida subiu ao palco João Pimentel, artista radicado em Manitoba, que como sempre, e com a sua bonita voz abrilhantou a primeira parte do espetáculo.
Na sequência do entretenimento e pela segunda vez em Winnipeg, Francisco Ourique, que se deslocou diretamente da ilha Terceira, Açores, foi o artista convidado, que com a sua bela voz, complementou o sucesso desta festa.

Ambos os artistas regressaram ao palco e em dueto voltaram a trazer as senhoras ao rubro interpretando uns “corridinhos” e “desgarrada”.
Antes do final da festa procedeu-se ao sorteio, tendo sido comtemplada com o prémio de participação a Senhora Goreti Botelho, com um certificado do Clarion Hotel, oferta de Nélia Soares e a Viagem aos Açores oferecida pela Azores Airlines foi atribuída por à Senhora Jean Robinson.
Para ver fotoreportagem por Claudia Moniz carregar seguintes links / To view photo gallery by Claudia Moniz clique following links