QUADRAGÉSIMO  TERCEIRO  ANIVERSÁRIO  DA  CASA  DO  MINHO.

Reportagem de Maria José Correia (Texto)  - Dela Silva (Fotografias)


No passado dia 6 de Maio, a Casa do Minho festejou os seus 43 anos de existência, com um belo jantar e grandioso espetáculo de variedades.

O apresentador da noite, Ted Cruz, iniciou dando as boas-vindas a todos e anunciando os convidados: Paulo Jorge Cabral, Cônsul de Portugal, Maria do Carmo Cabral, Presidente da Liga Solidária da Mulher Portuguesa, Joao Paulo Melo, Presidente da Casa dos Acores e Esposa, Luís Dias, Presidente da Banda Lira de Fatima e Esposa, Pedro Correia Presidente do Núcleo de Winnipeg da Liga dos Combatentes e Esposa, Jocelina Guerra Diretora do jornal “O Mundial”, João Cardoso, Produtor do Programa Português “Voz Lusitana”, Andrew Swan, MLA representante do Bairro Minto e Esposa, Mike Pagtakhan, Councillor da City of Winnipeg e Esposa, Roger Ribeiro Presidente da Assembleia Geral da Casa do Minho e Esposa, José Dias, Presidente da Assembleia Geral da Associação Portuguesa de Manitoba e Esposa, John Goncalves, Presidente da Casa do Minho e Esposa, Emanuel Correia do LusoCanTv, e Esposa e Casimiro Rodrigues.

Em seguida chamou Casimiro Rodrigues, para Oração e Acão de Graças, o que Ele fez, pedindo que se guardasse um minuto de silêncio pelos sócios já falecidos.

O jantar foi servido com muita fartura e há que enaltecer o trabalho da equipa da cozinha chefiada pelo senhor Apolinário Silva, que se esmeraram para que tudo saísse na perfeição. Também os jovens foram impecáveis no serviço de mesas.

O primeiro número no palco, foi a exibição da Banda Lira de Fatima, que tocou varias pecas de música do seu vasto reportório, sob a direção da maestrina Maria Dias Carreira. Foram muito apreciadas e aplaudidas...
Houve vários discursos: Paulo Cabral, Cônsul, Andrew Swan, Mike Pagtakhan, Roger Ribeiro e John Goncalves. O nosso Cônsul anunciou a comemoração do dia 10 de Junho (Dia de Portugal) na City Hall, com o içar da bandeira, exposição portuguesa de Fernando Pessoa, exibição de ranchos folclóricos, programa que durara 4 horas e para o qual todos estão convidados. Dias mais tarde, também haverá exibição de filmes portugueses.

De seguida começaram a dançar os ranchos: primeiro o infantil “SONHOS” orientado por duas dançarinas, depois o “Esperança”, seguindo-se o “Pérolas do Atlântico”, “Aldeias de Portugal”, terminando com “Os Tradicionais”, que se exibiram duma forma espantosa, recebendo fortes aplausos... Todos os ranchos foram acompanhados pelo acordeão de John Marques e guitarra de Mario Lopes. Samuel Sousa filmou todos os ranchos.

A menina Marina cantou “Aleluia”, acompanhando-se à guitarra. Tem uma excelente voz! Também cantou Nancy Gomes que interpretou “Rosas Amarelas” muito simpática e boa apresentação no palco.
Foi uma noite muito agradável e de bom ambiente familiar, em que não faltou com o habitual Fogo de Artificio, encerrando com baile por Hermano Silva.

Na parte que nos toca, damos os parabéns a Casa do Minho, reconhecemos que tem feito um belíssimo trabalho envolvendo tantos jovens na Comunidade Portuguesa e agradecemos o convite que nos foi feito...

Bem hajam! 
Double click the picture to view photo gallery by Dela Silva
Clique na fotografias para ver reportagem fotográfica de Dela Silva
O Site da Comunidade Portuguesa de Manitoba
www.portugueseinmanitoba.com