COMUNIDADE PORTUGUESA DE WINNIPEG CELEBRA SÃO VALENTIM.

Reportagem: Paulo Jorge Cabral (Texto) - Altina Sousa (Fotos - Associação Portuguesa), Carlos Sousa e António Soares (Fotos - Casa dos Açores) - 2016FEV13

O Dia dos Namorados, em alguns países chamado Dia de São Valentim é uma data especial e comemorativa na qual se celebra a união amorosa entre casais e namorados, em alguns lugares é o dia de demonstrar afeição entre amigos. Sendo comum a troca de cartões e presentes com símbolo de coração, tais como as tradicionais caixas de bombons.

Na nossa comunidade esta efeméride não passou despercebida, e como é habitual as nossas associações recreativas comemoraram o acontecimento no passado dia 13 de3 fevereiro.

Na Associação Portuguesa de Manitoba, também neste dia juntou-se o útil ao agradável e esta organização aproveitou a oportunidade e honrou a presença dos voluntários do bingo que durante todo o ano, duas vezes por semana dedicam várias horas de suas vidas já muito preenchidas a esta atividade que muito tem contribuído financeiramente para o seu bom funcionamento.

A cargo de mestre-de-cerimónias esteve Wilson Caetano, Vice-presidentes da referida Associação, que apresentou as boas-vindas de praxe, anunciou a presença de Paulo Jorge Cabral, Cônsul de Portugal em Manitoba e de Mário Jorge Santos, Presidente da Associação Portuguesa, convidando de o Padre Tiago Coloni para proferir a oração de Ação de Graças.

Foi servido um delicioso jantar preparado e servido pelos voluntários da Associação, seguindo-se de uma pequena seção de bingo em três fases, que entusiasmou os presentes, ansiosos para poderem obter os números premiados, a assim poderem usufruir de um prémio simbólico atribuído por Geraldina Sousa, Diretora do Sector do Bingo.

A primeira parte do entretenimento esteve a cargo da Dança de Carnaval da Casa dos Açores, que mais uma vez apresentou uma sólida exibição, premiando aqueles que na semana anterior não puderam assistir a sua exibição no salão da organização organizadora.

Após um pequeno intervalo foi a vez da atuação do artista cabeça de cartaz, Henrique Cipriano, natural de São Miguel, Açores, que se deslocou de Toronto para o efeito. Mais uma vez encantou a audiência, especialmente o público feminino, com o seu “charme” e seu sentido de humor.
Mais uma vez Henrique Cipriano surpreendeu a comunidade de desta feita fez-se acompanhar de outro cançonetista, Miguel Domingues, natural de Torres Vedras, que com a sua voz romântica cativou o auditório e atraindo vários casais à pista de Dança.

Na Casa dos Açores, neste mesmo dia “o Santo do Amor” também fez presença, com o palco preparado por Nélia e Joana, e sala decorada ao pormenor, pelas senhoras do setor feminino, predominando os tons de vermelho, criando um ambiente alegre e acolhedor.

A apresentação do evento esteve a cargo do Presidente da organização, João Paulo Melo, que deu boas-vindas aos participantes e proferiu a oração de ação de Graças.

De seguida foi servido um delicioso jantar preparado e servido pelos voluntários da Casa dos Açores que consistiu em sopa de cenoura com espinafres, salada, peito de galinha recheado, rosbife, acompanhado por batata e legumes, sendo servido pudim flan como sobremesa.

Foi disponibilizado rosas vermelhas que foram postas à venda, como também o sorteiro 50/50.
O Baile esteve a cargo do dinâmico duo “Hermano Silva e Kayla Leonardo” que com a sua energia levou ao rubro a pista de dança, variando o seu reportório entre música romântica e pimba.