“A VIZINHA DO LADO” - um comentário

Por: Agostinho Bairos - 2020JAN20

Confesso que foi uma das minhas melhores experiências de ultimamente.  Sempre adorei teatro e enquanto frequentei o Seminário participei em mais de uma dúzia de peças o que resultou no meu interesse a apreço por esta atividade.

Quando a Associação Portuguesa de Manitoba foi fundada e estabelecidas as quatro colunas, sobre as quais se baseia, foram incluídas a Cultura e o Recreio, além da Assistência e do Desporto.  O Teatro é uma modalidade que abrange tanto a Cultura como o Recreio.  No passado, durante a história da APM, foram realizadas várias sessões, incluindo comédias, que demonstraram o talento de vários sócios e membros da comunidade.   Não mencionarei nomes porque correria o risco de não incluir algumas pessoas que merecem reconhecimento, no entanto nós, os mais idosos, sabemos bem quem são esses amigos e indivíduos, tanto atores como produtores ou organizadores.

Quando preparámos a exposição cultural para a celebração do quinquagésimo aniversário da fundação da Associação tive a oportunidade de trabalhar de perto com o Sr. Paulo Delgado, presentemente vice-presidente da Direção da Associação, e descobri alguns dos muitos talentos que ele possui. Não só é ele um grande pintor, mas também possui uma excelente ética de trabalho e grande senso de responsabilidade. Não me surpreendeu constatar que tenha sido ele o grande impulsionador desta apresentação da” A Vizinha do Lado.” As personagens estavam bem escolhidas e as actuações foram todas dignas de louvor.  Gostei da forma suave e profissional como os dois actos decorreram e apreciei o fato de se terem dado ao trabalho de traduzir a peça para benefício daqueles que não conhecem a nossa língua. Tanto o vestuário como a iluminação e o som deram ao espetáculo um relevo significante.

Parabéns   Alma Lusa   e obrigado a todos os que nos proporcionaram uma noite bastante agradável, num convívio familiar, com uma refeição deliciosa. Conseguimos por algumas horas esquecer o frio e a neve que nos esperavam no caminho de regresso aos nossos lares.


WINNIPEG WEATHER / METREOLOGIA