Celebração do 25° Aniversário das primeiras Festas do Santo Cristo dos Milagres na cidade de Winnipeg.

Reportagem: Agostinho Bairos (Texto) - Cláudia Moniz (Fotografias) - 29MAIO2017.

Nos dias 23 e 24 de Maio de 1992 foram celebradas, pela primeira vez na cidade de Winnipeg, as Festas do Senhor Santo Cristo dos Milagres, uma tradição do povo açoriano, mais especificamente da ilha de são Miguel e cidade de Ponta Delgada.

Monsenhor Pedro Fernandes, de saudosa memória, tinha tomado parte nas Festas em Ponta Delgada e o seu sonho era introduzir o culto do Senhor Santo Cristo na paróquia portuguesa da Imaculada Conceição da qual era pároco. Com a dedicada colaboração de vários casais da paróquia após uma visita a Toronto pela Senhora Maria Raposo e seu esposo e a aquisição de uma linda imagem do Senhor Santo Cristo em Maio de 92 o sonho do Monsenhor e o desejo de quase todos os paroquianos tornou-se realidade.

A primeira comissão, sob a presidência de José Simão, era composta por ele e suas esposa Conceição, e ainda Maria+ e Augusto Raposo; Henrique+ e Fernanda Amaral; José e Virgínia Braga; Maria e José Cabral; João+ e Maria dos Anjos Ferreira, Lígia e Manuel Gravito; Júlio e Isabel Lopes; José e Evelina Machado; Lúcia+ e José Moreira; José e Arménia Pereira, Agostinho+ e Maria+ Reis; João e Margarida+ Rodrigues e Manuel+ e Natércia Vechina. (+ falecidos)

A Banda Lira de Fátima abrilhantou as festividades assim como o tem feito aos longos de todos os anos.
A Comissão das Festas de 2017, sob a presidência de José Benjamim, quiz dar um vínculo especial às celebrações deste 25° Aniversário. Durante o tríduo que principiou na Quarta-feira, dia 24, na Festa da mudança da imagem no Sábado e na Missa Solene do Domingo foram lembrados todos os membros das comissões já falecidos assim como Monsenhor Fernandes.

O tempo estava lindo durante a procissão do Sábado mas no Domingo a chuva fez com que a procissão tivesse um percurso reduzido. Mesmo assim tanto adultos como crianças, sacerdotes, irmãs, crianças vestidas de anjo e portadores dos símbolos da paixão, paroquianos, visitantes e representantes das várias organizações da comunidade entre eles o Cônsul de Portugal, Paulo Cabral e esposa, seguiram com devoção a imagem do Senhor Santo Cristo no seu andor coberto de flores multicolores e acompanhados pela Banda Lira de Fátima que espalhou pelo ambiente molhado os sons do hino do Senhor Santo Cristo.

Ao longo dos anos dois bispos; Dom António de Sousa de Angra e Dom David Pimentel de São João da Boa Vista, Brasil, vieram a Winnipeg para pregar o tríduo e festas do Senhor Santo Cristo. O primeiro pregador foi o Dr. Hermínio Freitas Pontes de São Miguel. Vários outros sacerdotes de Portugal, Estados Unidos, Canadá e Brasil seguiram os passos o Dr. Hermínio e trouxeram-nos a mensagem de Fé, Esperança e Misericórdia do Senhor Santo Cristo. Este ano a comissão decidiu pedir aos reverendos padres André e Tiago para fazerem as pregações. Eles aceitaram e, inspirados pelo Espírito Santo, tocaram em nossos corações com suas palavras plenas de sabedoria.

A Igreja estava lindamente decorada com flores, plantas e “banners” alusivas. Foram muitas as pessoas que se empenharam para que a festas tivessem um brilho especial tanto na parte litúrgica, como nas procissões e no Arraial de Sábado e de Domingo e conseguiram faze-lo. Bem hajam.

O artista convidado, Joey Medeiros de Santa Clara, Califórnia, neto de emigrantes da ilha do Faial; a Banda Lira de Fátima; os artistas da Comunidade: João Pimentel, Luis Salsa, Jordan Correia, Sandra Resendes e Carlos Vieira, os ranchos folclóricos da Casa do Minho; Casa dos Açores e Associação Portuguesa fizeram com que os espetáculos de Sábado e Domingo fossem verdadeiros êxitos. Para tal muito contribuiu o talento de Luis Aguiar, técnico do som.

A Comissão entregou à Banda, artistas, ranchos, técnico de som e apresentador uma lembrança em agradecimento.

No salão havia uma exposição em homenagem à Comissão Fundadora. Foram vários os patrocinadores cujos nomes se encontravam no livrete do Programa das Festas. Houve ainda “Silent Auction, Bazar, malassadas, doces, bebidas e comida deliciosa. O ambiente festivo, a alegria dos participantes e o sorriso dos membros da comissão e voluntários nas suas camisolas verdes ficarão gravados na memória de quantos tomaram parte nestas festividades.