Diabetes e cancro, quão perto é o relacionamento?

Dra. Amy Hui
Nutricionista
Universidade de Manitoba

Recentemente, tenho vários pacientes que sofrem de diabetes e cancro. Eles fizeram-me esta pergunta: diabetes e cancro, qual deles me derrubará primeiro?

Diabetes e cancro têm alta prevalência no Canadá. De acordo com as estatísticas canadenses de 2011, o cancro ocupa o primeiro lugar, e a diabetes está em sexto lugar. Como educadores, geralmente avisamos pacientes sobre as complicações da diabetes. No entanto, quantas pessoas pensam sobre a ligação entre diabetes e cancro? Na verdade, muitos estudos relataram que pessoas com diabetes aumentaram o risco de cancro. A American Diabetes Association (ADA) e a American Cancer Society (ACS) publicaram um relatório em 2010. Ele diz que o risco de cancro em diabetes tipo 2 é 20-50% maior que o de pessoas sem diabetes. A pesquisa também indica que pessoas com diabetes tipo 2 que desenvolvem cancro podem ter uma expectativa de vida mais curta. Isso é principalmente por causa de seu risco ou presença de doenças cardíacas existentes e porque muitos tratamentos contra o cancro podem prejudicar o sistema circulatório e cardíaco. O excesso de peso aumenta a probabilidade de recorrência do cancro.

Obesidade

Eu era uma criança gordinha quando era pequena. Os meus pais ficaram orgulhosos porque ser gordo (mesmo adultos) significa bom apetite e que a família é abençoada com boa comida. No entanto, a obesidade não é mais o que as pessoas pensam de ser "abençoadas", mas um gatilho para muitas doenças. A obesidade não só induz a diabetes, mas também tem uma forte associação com o cancro. Um estudo dos Institutos Nacionais de Saúde mostra que o risco de aumento do Índice de Massa Corporal (IMC) aumenta, o risco de dez cancros comuns aumenta. A obesidade é um fator comum para diabetes e cancro. Portanto, os pacientes diabéticos obesos são encorajados a perder peso.

Estilo de vida insalubre

O estilo de vida pouco saudável é um importante fator que predispõe para o cancro e diabetes. Hábitos alimentarem pouco saudáveis, como excesso de carne vermelha e carne defumada, especialmente fritos; Não comer frutas e vegetais suficientes, pode levar à diabetes e aumentará o risco de cancro, também.
A vida deverá estar em movimento! Estudos descobriram que as pessoas que se exercitam regularmente têm nove vezes menos riscos comparáveis às pessoas que não se exercitam. A pratica de exercício feita regularmente pode melhorar a resistência do corpo à doença.
Fumar é um fator importante que causa do câncro de pulmão, e beber certamente também não é bom, a pesquisa confirmou que o álcool pode levar ao cancro bucal, do esôfago, do fígado, colorretal e da mama. É também um fator de risco para a diabetes tipo 2 e algumas complicações do diabetes.

O efeito do açúcar no sangue elevado e a relacao com o cancro

O alto nível de açúcar no sangue afeta nao apenas os órgãos do corpo, mas também pode contribuir para o aparecimento de cancro. Um estudo descobriu que os níveis de glicose no sangue em jejum podem aumentar significativamente o risco de cancro do pâncreas, do endométrio, do sistema urinário e melanoma. Portanto, o bom controle do açúcar no sangue pode prevenir ou controlar as complicações da diabetes, e também eficaz na prevenção deste tipo de cancro. Estudos recentes não conseguiram encontrar uma conexão entre insulina tomada como medicação e cancro. No entanto, algumas pesquisas sugerem que quando o próprio corpo produz muita insulina, o risco de câncro aumenta.

Dicas:

Dieta: os padrões alimentares que se pensa que ajudam a prevenir e tratar sera evitar a ingestao de carnes vermelhas e substitui-las por vegetais abundantes, frutas e grãos integrais - também estão associados a um menor risco para muitos tipos de cancro.
Exercício: estudos mostram que a atividade física regular reduz o risco de desenvolver vários tipos de cancro. Da mesma forma, 30 minutos de exercícios de intensidade moderada por dia podem reduzir o risco de diabetes tipo 2 em 25 a 36%.
Dietas saudáveis, atividade física e controle de peso reduzem os riscos de complicações do diabetes e algumas formas de cancro. Estes devem ser enfatizados para todos.