25º Aniversário da Casa dos Açores de Winnipeg

Texto: Paulo Jorge Cabral - Fotografias: Fátima Sousa - 07.OUT.2017

A Casa dos Açores de Winnipeg, no Canadá,  festejou os seus 25 anos da sua existência, no passado dia 7 de outubro.

O jantar comemorativo teve lugar, numa noite em que foram homenageados os antigos presidentes e sócios fundadores daquela associação que foi fundada oficialmente em setembro de 1992 e incorporada em outubro deste mesmo ano, sendo o seu primeiro presidente o Sr. Leonete Correia.

Nesta cerimónia marcou presença, o cônsul de Portugal em Manitoba, Paulo Jorge Cabral, Mike Pagtakhan, Vereador Municipal da Câmara Municipal de Winnipeg, José Dias, Presidente da Mesa da Assembleia Geral da Associação Portuguesa de Manitoba, Luís Dias, Presidente da Banda Lira de Fátima, Padre Tiago Coloni e Irmã Deigevan Lima, em representação da Paróquia da Imaculada Conceição, Johnny Gonçalves, Presidente da Casa do Minho, Pedro Correia, Presidente do Núcleo de Winnipeg da Liga dos Combatentes, Maria do Carmo Cabral, Presidente da Liga Solidária da Mulher Portuguesa de Manitoba, Walter Rodrigues, Presidente da Associação de Comerciantes e Profissionais Portugueses, Jocelinda Guerra, Diretora do Jornal “O Mundial”, Paulo Bergantim, Diretor da LusoCanTv e João Cardoso da Rádio CKJS.

O evento teve início pelas 19 horas e trinta minutos, tendo como mestre-de-cerimónias João Paulo Cardoso que depois da introdução de praxe, convidou João Cardoso, Presidente da Mesa da Assembleia Geral a dar as boas-vindas aos sócios e participantes. 

De seguida o Padre Tiago Coloni proferiu a oração e Ação de Graças, sublinhando o percurso desta organização.

O jantar, preparado e servido pelos voluntários da Casa dos Açores, consistiu de creme de cenoura com espinafres, salada mista, tendo como prato principal Bife grelhado, peito de galinha, acompanhado com batata e vegetais.

Após o jantar atuaram os grupos folclóricos da Casa dos Açores, respetivamente “Ondas Azuis”, “Ilhas de Bruma” e “Memórias da Nossa Terra”.

Logo após a atuação destes grupos realizou-se a cerimónia do corte do bolo, em que participaram os atuais diretores, e alguns dos convidados.

Intervieram com os seus respetivos discursos o Cônsul de Portugal em Manitoba, que enalteceu o percurso da Casa dos Açores deste a sua fundação até ao presente.

Por sua vez Mike Pagtakhan, agradeceu o contributo da Casa dos Açores e dos portugueses pelo contributo desta organização e desta comunidade para o desenvolvimento da cidade de Winnipeg, terminando falou dos projetos que ele e esta organização concretizaram como a nomeação da “Rua Açores”, pavimento da mesma, sistema de som e de ar condicionado.

Por sua vez João Paulo Melo, presidente da Casa dos Açores na sua intervenção começou por agradecer todos os convidados, nomeando-os um a um, falou sobre a fundação da organização que preside, dos presidentes cessantes, dos desafios, dificuldades e concretizações que ao longo dos tempos fizeram o sucesso que esta organização presentemente aufere junto da comunidade portuguesa e canadiana local.

Terminando a sua intervenção, João Paulo Melo, pediu a presença em palco de Manuel Fernandes, único dos presidentes cessantes que se encontravam presentes e presenteou-lho com uma placa comemorativa do evento. A mesma placa também foi atribuída a João Correia, um dos sócios fundadores que se encontram ainda em atividade e a José Vieira, a título póstumo, que foi recipiente sua mulher Jacinta Vieira.

A parte de entretenimento musical esteve a cargo dos artistas convidados, que atuaram respetivamente Luís Salsa, João Pimentel e Hermano Silva.

No final do serão foi sorteado uma viagem a Portugal patrocinada pela Azores Airlines (SATA), em que foi comtemplada a Senhora Lurdes Barros.
Double click the picture to view photo gallery by
Clique na fotografias para ver reportagem fotográfica de
O Site da Comunidade Portuguesa de Manitoba